temer4

Michel Temer, uma de suas filhas, Rodrigo Rocha Loures, Coronel Lima e outros 6 são indiciados pela Polícia Federal.

Dentre os crimes Temer, Loures e o Coronel Lima foram indiciados por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Relembrando

Apesar de o indiciamento se relacionar com outro caso (Portos) em que Loures e Temer foram indiciados, no novo processo Rocha Loures também foi indiciado. Para quem não se lembra, Rocha Loures ficou conhecido como o homem da mala dos R$ 500.000,00 por semana.

Numa das imagens que chocou o País Rodrigo Rocha Loures é filmado pela Polícia Federal entrando de mãos vazias numa Pizzaria em São Paulo e saindo de lá menos de um minuto depois carregando uma mala cheia de dinheiro, que segundo a delação do empresário Joesley Batista seria a quantia que deveria ser entregue por semana como resultado de propina.

Na época Rodrigo Rocha Loures que era Deputado Federal (MDB) foi preso e devolveu uma das malas com parte do valor recebido. A denúncia envolvia ainda suposto acordo que beneficiária o ex-deputado Eduardo Cunha (MDB) apadrinhado político de líderes religiosos como Silas Malafaia.

Rodrigo Rocha Loures já foi motivo de inúmeras matérias associado a Temer e ao ex-Prefeito de São Paulo João Dória que doou recursos para a campanha de Loures.

Indiciamento por corrupção

Sobre o novo indiciamento feito pela Polícia Federal em relação aos supostos crimes Temer não expediu nota à imprensa, e os demais envolvidos limitaram-se a recusarem a comentar ou afirmaram que não poderiam comentar antes de ter acesso aos autos.

Agora a Procuradoria Geral da República terá 15 dias para se manifestar sobre o indiciamento, prazo após o qual, Temer poderá ser denunciado pela terceira vez no STF, que submeterá, se for o caso, o processo a nova deliberação do Congresso Nacional.

NCZ: notícia objetiva e sem manipulação.

Por Alan S Zamker.