Resultado de imagem para selma chorando

A decisão foi tomada no julgamento de hoje, 11, pela TSE e deixará a Senadora Selma Arruda, eleita pelo PSL, e atualmente filiada ao PODEMOS, inelegível até 2.035, isso porque a inelegibilidade se aplica desde a condenação por órgão colegiado e por mais 8 anos após o prazo para o mandato para o qual concorreu.

Como o mandato para o qual concorreu é de 8 anos e só terminaria em fevereiro 2.027, é a partir daí que começará a correr o prazo dos 8 anos finais de inelegibilidade.

Selma Arruda foi condenada a perda de mandato, em razão de “caixa 2”, abuso de poder econômico e político, além de uso indevido dos meios de comunicação. Para o TSE mais de 72% dos recursos de sua campanha foram provenientes de caixa 2, o que provocou um desequilíbrio das eleições e feriu a legislação eleitoral, que veda a prática do caixa 2.

A maior parte do dinheiro gasto não foi contabilizado na prestação de contas da candidata, o que acarretará com a realização de novas eleições para o Senado em Mato Grosso.

O processo teve origem em 2 ações de investigação judicial eleitoral abertas com base em denúncias de agentes de propaganda da candidata, que após firmarem contrato com a mesma e prestarem assessoria, se desentendeu com a candidata sobre o pagamento do restante do valor do contrato.

Quer saber mais? Então curta nossa página no facebook e nas redes sociais.